Este blog fala sobre animais selvagens ,porque eu gosto da vida selvagens e de aventuras por causa dos animais tipo: leão, urso, cobras, aranhas etc... Este blog tambe fala mais de especies diferentes.
Quarta-feira, 4 de Novembro de 2009
Animais em reprodução

Como a maioria dos animais, os ursos polares se acasalam na primavera. Os cientistas não têm certeza de como os machos maduros sexualmente encontram fêmeas que estão prontas para acasalar. As fêmeas de ursos marrons parecem deixar um rastro de cheiro para os machos seguirem. Esse também pode ser o caso dos ursos polares.

As fêmeas normalmente são bem-sucedidas no acasalamento entre as idades de seis e oito anos. Elas têm apenas cerca de cinco ninhadas durante sua vida, o que é uma das taxas de reprodução mais baixas entre os mamíferos. As fêmeas só se acasalam por poucos anos, assim os machos precisam competir ferozmente por uma fêmea para acasalar. Quando os ursos machos lutam por uma fêmea, o desafiante abaixa a cabeça, põe as orelhas para trás e abre totalmente sua boca, rugindo e exibindo os dentes. Os ursos polares raramente lutam até a morte pelos direitos de acasalamento; o urso mais fraco normalmente cede após um ferimento.

 

As fêmeas de urso polar na realidade não entram no cio da maneira que outros mamíferos fazem. Elas são ovuladoras induzidas, o que significa que o próprio intercurso é que faz seus ovários liberarem um óvulo. A ovulação não acontece imediatamente e pode ser preciso várias tentativas antes de ocorrer um acasalamento bem-sucedido. Depois de acasalar, o casal permanece junto por cerca de uma semana antes de se separar. Os ursos polares não são animais monógamos - um macho forte pode fecundar várias fêmeas em uma estação.
Como a maioria dos aspectos da vida do urso polar, o processo de gestação é ligado à conservação de energia. Uma fêmea grávida se alimenta bastante na primavera para aumentar suas reservas de gordura e se preparar para um repouso para então, dar à luz no Outono. Na toca, apenas os filhotes comem, consumindo o leite materno com alto teor de gordura durante seus primeiros meses de vida.
No final do Outono, a fêmea cava uma caverna em um monte de neve ou mesmo numa encosta de montanha bem perto do gelo do mar ou no próprio gelo do mar. Essa toca é protegida do vento e fornece um lugar seguro para dormir. No começo do inverno, a fêmea dá à luz após um período de gestação aproximado de oito meses [fonte: SeaWorld (em inglês)]. No entanto, leva apenas quatro meses para o futuro filhote realmente se desenvolver. Durante os primeiros quatro meses de gestação, o embrião permanece inativo no útero enquanto a mãe ganha o peso (cerca de 200 quilos) que vai precisar para garantir o desenvolvimento e a alimentação adequada após o nascimento.

 



publicado por animais-selvagens às 09:19
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

Animais em reprodução

Ursos Pardo

Perigo de Extinção

Ursos ferozes

Ursos

arquivos

Novembro 2009

Outubro 2009

links
blogs SAPO
subscrever feeds